6 de mar de 2008

Inocência castigada

Dizem por aí que sou malicioso. Como se isso fosse algo ruim. É preciso um pouco de malícia para não cair em golpes armados por gente sem escrúpulos.

A pobre da Fabi, tadinha. Inocente que só ela. Ontem mesmo a redação estava um mercado de peixe, num dos raros momentos de empolgação em meio ao marasmo reinante dos últimos meses. Então a Fabi diz:

— Eu vi um golpe de luta chamado meia-nove!

Pobrezinha! Alguém falou que era um golpe, e ela acreditou. Imagina se a pessoa resolve dar o curso completo de artes marciais?